.mais sobre mim

.posts recentes

. Reflexões Políticas VII

. Reflexões Políticas VI

. Reflexões Políticas V

. Reflexões Políticas IV

. Reflexões Políticas III

. Reflexões Políticas II

. Reflexões Politicas I

. Nomeação

. Opinião: Gestão por polít...

. Opinião: Os Partidos

.Arquivo

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.links

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
17
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar

 

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO
Sábado, 15 de Setembro de 2007

Reflexões Políticas IV

Partidos: doença da democracia
Os partidos políticos como garantes da pluralidade e da participação na vida política deveriam servir de “escolas de formação” dos cidadãos, para uma melhor intervenção na vida politica. Isso não funciona no PS/Alcobaça, que funciona como uma oligarquia antidemocrática.
Como podem os partidos garantir e querer a democracia nas estruturas de governação local ou nacional, se não conseguem reunir e congregar os seus militantes, nem sequer são capazes de ter um funcionamento democrático. Que legitimidade podem ter os socialistas para reclamar posturas democráticas nas autarquias ou nos órgãos de governação, se essa postura democrática não é seguida nas estruturas do PS?
Ao ignorarem os militantes, ao não convocarem as Assembleias de Militantes, ao não promoverem encontros, nem convívios, nem formação em iniciativas que deveriam fortalecer o partido os dirigentes locais não estão só a revelar falta de trabalho e falta de capacidade estão sobretudo a tentar fomentar a obediência, a alimentar o conformismo e o deixa andar. Desta forma anulam o espírito crítico e a liberdade de opinião porque só no conformismo e na passividade alguns podem crescer. Em terra de cegos quem têm um olho é rei.
Os partidos políticos deveriam ser o garante da democracia, mas desta forma acabam por se transformar numa doença da democracia, porque se tornam num obstáculo à intervenção dos cidadãos na via politica.
publicado por Joaquim Marques às 11:53

link do post | comentar | favorito
|