.mais sobre mim

.posts recentes

. Reflexões Políticas VII

. Reflexões Políticas VI

. Reflexões Políticas V

. Reflexões Políticas IV

. Reflexões Políticas III

. Reflexões Políticas II

. Reflexões Politicas I

. Nomeação

. Opinião: Gestão por polít...

. Opinião: Os Partidos

.Arquivo

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.links

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
17
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar

 

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO
Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

Noticia

Bloggers alcobacenses

tiveram primeiro encontroFoto do blog "Terra de Paixão"

Foto do  blog "Terra de Paixão"

Interessante e motivador foi o primeiro encontro de bloggers alcobacenses que teve lugar no passado dia 12 de Maio, na Escola Adães Bermudes, em Alcobaça, por iniciativa de José Alberto Vasco, autor do Blogue “Nas Faldas da Serra”. Este encontro de carácter informal foi inovador por ter sido uma primeira oportunidade para os autores dos blogues se conhecerem, uma vez que alguns dos autores não se conheciam e outros que escrevem com pseudónimos revelaram-se aos restantes. No decorrer do encontro os presentes puderam conhecer os blogs dos outros autores presentes e puderam conhecer-se pessoalmente, trocar ideias e opiniões, o que transformou esta iniciativa em interessante e motivadora.
No final José Alberto Vasco manifestou-se convicto “de que o encontro correu mesmo muito bem e contribuiu para um melhor conhecimento entre todos os que lá compareceram” embora diga “é sempre possível fazer mais e melhor”.
Lúcia Duarte, autora do blog “Comentar a Nossa Terra” manifestou-se menos entusiasmada ao escrever no seu blog “sei que, provavelmente, vou ser mal interpretada e que alguns não vão gostar nada da minha interpretação do encontro mas, como alguém me referiu, prefiro ser politicamente incorrecta mas ser politicamente verdadeira. De facto, o encontro trouxe-me pouco de novo. Tirando o facto de conhecermos algumas das pessoas com quem, sem as conhecer, trocávamos ideias”. Ao que Valdemar Rodrigues replicou “julgo que o mais importante deste encontro foi precisamente o de nos conhecermos e de trocarmos ideias sobre a blogosfera alcobacense e outra. Considero que esse objectivo foi plenamente alcançado. O empenhamento do José Alberto Vasco foi notável e merece todo o nosso respeito”. Eu, pessoalmente acho que foi uma excelente iniciativa a pedir bis, pois esta forma de expressão na era da comunicação já tem muitos adeptos entre a população do nosso concelho, e precisamos de nos aproximar-mos, pois como utilizadores desta ferramenta de comunicação devemos saber utilizá-la para projectar as nossas ideias e opiniões a bem do concelho de Alcobaça que precisa do nosso contributo de comunicadores. Sabemos que existe muita informação e que todos temos muita informação para transmitir, mas precisamos de potenciar o nosso trabalho, o que só conseguiremos de forma conjugada e articulada. Por isso, depois de um excelente enccontro de abertura para quebrar o gelo da comunicação virtual, precisamos de mais encontros. Parabéns José Alberto Vasco". 
O primeiro encontro passou, mas fica no ar a necessidade de um novo encontro, de objectivos complementares e onde se possa fazer uma reflexão de carácter sociológico sobre esta forma de comunicação em grande expansão.
 
Estiveram presentes:
Anónimo (blogue Elevação dos Moleanos a Província)
Carla Almeida (blogue Associação de Pais- Valado dos Frades)
Dulce Alves (blogue Agre & Doce)
Hélio Pires (blogue Coroas de Pinho)
Joaquim Marques (blogue Oposição Nas Freguesias)
José Alberto Vasco (blogue Nas Faldas da Serra)
José Gil (blogue Teatro de Marionetas em Portugal)
Lúcia Duarte (blogue Comentar a Nossa Terra)
Margarida Bogalho (blogue O Blog da Avó Guida)
Mário Bernardes (blogues MBlog e Terra de Paixão)
Piedade Neto (blogue Monte Cristo)
Raquel Romão (blogue Bazar das Monjas)
Valdemar Rodrigues (blogue Ortogal)

Victor Sacadura (blogue Castelo de Alcobaça)

publicado por Joaquim Marques às 21:00

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Mariadescontente a 20 de Janeiro de 2008 às 23:59
Amigo: Permita-me trata-lo assim:Sinto-me sua amiga pelo que leio do que escreve: Tenho muita pena de não ser politizada como o meu amigo mas a vida não me deu tempo,e devo ser menos inteligênte para essas coisas: Bem mas não deixo de fazer politica ao que acho degradante nos Politicos de profissão não sei se de coração??? A não ser o coração do fim de cada mês: Vou só dar-lhe um pequeno resumo da minha grande revolta e descontentamento: Tristeza mesmo! Procurei a Sra. Presidente da Junta da Benedita para ver e dar uma ideia como proteger o ambiente duma lixeira super perigosa e a Céu aberto e a resposta foi que não sabia , nunca tinha visto e que quiser que limpe: Então essa figura não é miúpe é cega de verdade; E não quer gastar os neurónios se os tem !!! Pobre de (( mente )) Como vi que lavar a cabeça a Burros seria perder tempo e sabão , voltei-me para a Câmara pior a emenda que o Soneto, vem de lá um intlectual que se define com adjunto da Presidência Camarária que me responde com acusações, com o desplante de fazer juízos de valores sem sequer me conhecer: Quando está debaixo dos narizes desses Srs: Uma lixeira a Cèu aberto com lixo desde óleos de motores, todo o lixo conrrespondente a uma oficina mecânica que trabalhava de portas fechadas e deitava os lixos para as traseiras que se veem da estrada VIA PÙBLICA, restos de amianto, bancos de carros, restos de carros que não se percebe bem que tipo de restos ou de carros ali se passeariam??? Montes de paletes Plásticos de toda a natureza etc e muitos ETC........Vim a descobrir um roubo de água no mesmo local feito por baixo dos muros um ladrão na rede pública que dura á 6 anos gastos de águas para casa , oficina , jardim !!!!!!!! E esses tais intlectuais acham tudo normal correcto e nem um dedo mexeram para chamar quem tem um nome e tudo isto fez durante 6 anos: Pergunto acham normal????Então devemos estar na RÈpública das bananas ou as leis são meras sugestões para uns e para outros obrigatórias com direito a multas e talvez até cadeia será: Bem resta-me chamar ao local a Imprensa falada , escrita e recorrer ao Ministério Público e ao Provedor e á protecção do ambiente: Sim vou passar a enviar amanhã tudo isto para os locais onde alguém não esteja conivente com outro alguém. Atenciosamente sou uma admiradora do que tem escrito e seus penssamentos bem claros de quem sabe dosde veio e para onde vai: Muito grata por me ler e deixar os demais lerem caso seja preciso dou a morada do crime:

Comentar post